Rondônia, quarta-feira,20 de fevereiro de 2019 

Relatórios mostram que Vale sabia dos riscos de rompimento de barragem
12/02/2019 - Geral



Dois relatórios da Vale, de 2017 e 2018, mostram que a mineradora sabia dos riscos de rompimentos da barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Em novembro de 2017, um documento da empresa afirma que a barragem tinha chance duas vezes maior de colapso do que o nível máximo aceitável. As informações são da agência de notícias Reuters e do G1.

 

Leia mais: “As punições precisam chegar ao alto escalão da Vale”

 

Um documento da Vale, de outubro de 2018, mostrava que a chance da barragem em Brumadinho se romper estava muito acima do nível tolerado pela política de segurança da empresa e que o local era uma “zona de atenção”. Em nota, a empresa afirmou que não existe qualquer tipo de relatório ou laudo que faça menção ao risco de colapso iminente da barragem da Mina do Córrego do Feijão e que o local “estava dentro do limite de risco”.

 

 

De acordo com uma fonte da ISTOÉ, o Ministério Público de Minas de Gerais também possui uma cópia do documento interno da Vale e, por conta disso, a qualquer momento pode pedir a prisão de executivos da Vale, sendo que um deles o presidente da companhia, Fábio Schvartsman.

 

O deputado estadual João Vítor Xavier (PSDB), autor de um projeto de lei que endurece as regras da mineração, comentou sobre os relatórios da Vale. “Essa informação só vem a confirmar aquilo que a gente tem dito a muito tempo, que as empresas aceitam conviver com a insegurança. É muito grave essa informação, pois dá contornos ainda mais dramáticos ao caso, mostra que tudo isso podia ter sido evitado”, afirmou.

 

O Ministério Público de Minas Gerais afirma que outras oito barragens da Vale estão em zona de atenção e que elas estão situadas em áreas próximas a núcleos urbanos, havendo pessoas em situação de risco no caso de um novo rompimento. Até segunda-feira (11), 165 corpos foram resgatados da lama em Brumadinho. Outras 155 pessoas, de acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, continuam desaparecidas.

Fonte : https://istoe.com.br
Autor : ISTOÉ


 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

 

Existem ( 0 ) Comentário(s)  


 
Carregando...
Deputado Faz DURAS CRITICAS ao NOVO GOVERNO
20/02/2019
Leia mais
AO VIVO: Assembleia Legislativa Inicia os Trabalhos Nesta Terça-feira
19/02/2019
Leia mais
Rio Madeira começa a invadir ruas do Cai N’Água em Porto Velho; Vídeo
18/02/2019
Leia mais
Governo convoca pré-selecionados para unidades habitacionais no Orgulho do Madeira, em Porto Velho
18/02/2019
Leia mais
Secretaria de Saúde faz mutirão para implantação de DIU em mulheres de Porto Velho
18/02/2019
Leia mais
Saiba quem é Gustavo Bebianno e entenda a crise gerada no governo de Jair Bolsonaro
18/02/2019
Leia mais
Reforma da Previdência será debatida pelos governadores nesta semana
18/02/2019
Leia mais
Leilões de concessão de aeroportos renderão R$ 3,5 bi, diz Bolsonaro
18/02/2019
Leia mais
Bolsonaro já está no Planalto e agenda prevê apenas despachos internos
18/02/2019
Leia mais
👉 ATENÇÃO 🇧🇷 RESERVISTAS do BRASIL❗️
14/02/2019
Leia mais
Vídeo COMPLETO 🔴 Entrevista com LAERTE GOMES 🔴
13/02/2019
Leia mais
🔴 ALERTA e CUIDADOS para EVITAR CRIADOUROS do MOSQUITO da DENGUE
12/02/2019
Leia mais
Município promoverá curso ‘Pré-Enem’ em quatro pólos em Porto Velho
12/02/2019
Leia mais
Projeto permite que mulheres com alto risco de câncer de mama façam teste genético pelo SUS
12/02/2019
Leia mais
Relatórios mostram que Vale sabia dos riscos de rompimento de barragem
12/02/2019
Leia mais