Rondônia, domingo,15 de dezembro de 2019 

Programa para Receber Declaração do IR Estará Disponível Segunda-feira
22/02/2019 - Geral


 

O programa para preenchimento da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) estará disponível a partir das 8h de segunda-feira (25), no site da Receita Federal. A declaração deve ser entregue entre as 8h do dia 7 de março e as 23h59 de 30 de abril deste ano, pela Internet.

 

Também a partir de segunda-feira, os contribuintes poderão preencher a declaração por meio de tablets e smartphones, acessando o aplicativo Meu Imposto de Renda. O serviço estará ainda disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC), na página da Receita Federal, com uso de certificado digital.

 

O serviço Meu Imposto de Renda não pode ser usado em tablets ou smartphones para quem tenha recebido rendimentos superiores a R$ 5 milhões.

 

A Receita espera receber neste ano 30,5 milhões de declarações – no ano passado, foram entregues 29,27 milhões. Do total previsto para 2019, a expectativa é que entre 700 mil e 800 mil declarações sejam feitas por tablets e smartphones. Em 2018, 320 mil declarações foram feitas por meio de dispositivos móveis.

 

Uma novidade é que, neste ano, o processamento da declaração será mais rápido, e o contribuinte poderá ter acesso ao status do processamento na noite em que fizer a declaração, ou no dia seguinte. Assim, já será possível verificar pendências.

 

Entretanto, o supervisor nacional do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, alertou que o contribuinte deve esperar “um pouco” para verificar se existe alguma inconsistência, porque podem ocorrer casos em que a empresa empregadora ou o plano de saúde atrase o envio de dados. “O que libera a declaração são os cruzamentos de dados. Espere um pouco mais”, disse Adir, dirigindo-se ao contribuinte.

 

Obrigatoriedade

 

Está obrigada a apresentar a declaração a pessoa física residente no Brasil que, no ano-calendário de 2018 tenha recebido rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 ou tenha recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.

 

Deve declarar ainda quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto ou fez operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas; quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e, nessa condição, encontrava-se em 31 de dezembro ou quem optou pela isenção do Imposto sobre a Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

 

No caso da atividade rural, deve declarar quem obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 ou pretenda compensar, no ano-calendário de 2018 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2018. Também deve declarar quem teve em teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

 

CPF de dependentes

 

Neste ano, é obrigatório o preenchimento do número do CPF de dependentes e alimentados residentes no país. A Receita vinha incluindo essa informação gradualmente na declaração. No ano passado, era obrigatório informar CPF para dependentes a partir de 8 anos.

 

Desconto simplificado

 

A pessoa física pode optar pelo desconto simplificado, correspondente à dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis, limitado a R$ 16.754,34.

 

Deduções

 

O limite de dedução por contribuição patronal ficou em R$ 1.200,32, devido ao reajuste do salário mínimo. No ano passado, o limite era R$ 1.171,84. A dedução por dependente é de no máximo R$ 2.075,08 e, para instrução, de R$ 3.561,50.

 

Os contribuintes também podem deduzir valores gastos com saúde, sem limites, como internação, exames, consultas, aparelhos e próteses, e planos de saúde. Nesse caso é preciso ter recibos, notas fiscais e declaração do plano de saúde e informar CPF ou CNPJ de quem recebeu os pagamentos.
Fonte : https://istoe.com.br/
Autor : Istoe


 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

 

Existem ( 0 ) Comentário(s)  


 
Carregando...
Programa para Receber Declaração do IR Estará Disponível Segunda-feira
22/02/2019
Leia mais
Brasil participará de reunião do Grupo de Lima na próxima segunda-feira (25)
22/02/2019
Leia mais
Cheia Obriga Prefeitura a Interditar Cruzamento da Rogério Weber com Jaci-Paraná
22/02/2019
Leia mais
Desemprego é o maior dos últimos sete anos em 13 capitais do país
22/02/2019
Leia mais
🔴 CONTRATAÇÃO de 107 APROVADOS no CONCURSO PÚBLICO de 2018
22/02/2019
Leia mais
Judiciário de Rondônia Firma Convênio com CNJ para Desenvolver Sistema de IA
22/02/2019
Leia mais
Deputados Querem Segurar Tramitação da Reforma até Proposta para Militares Sair
22/02/2019
Leia mais
Aprovado Projeto que Bloqueia Bens de Organizações Terroristas
21/02/2019
Leia mais
Gabaritos Definitivos e Padrões de Resposta são Divulgados
21/02/2019
Leia mais
Brasileiros formados no exterior terão nova data para fase de acolhimento
21/02/2019
Leia mais
Presidente da República Garante: Nova Previdência Será Justa para Todos
21/02/2019
Leia mais
No STF, Fachin Nega Mais um Pedido de Liberdade de Lula
21/02/2019
Leia mais
Adelino Follador Requer Audiência Pública para Discutir Segurança de Barragens em Rondônia
21/02/2019
Leia mais
Presidente da ALE Solicita Informações Sobre Plano de Ação de Emergência em Áreas próximas as barragens
21/02/2019
Leia mais
Guedes: políticos entenderam que reforma da Previdência é inadiável
21/02/2019
Leia mais